Andar 8.900 passos por dia poderia diminuir os riscos de se ter Alzheimer, sugere estudo.

Caminhar pouco menos de 9.000 passos por dia pode ajudar a proteger o cérebro da doença de Alzheimer, afirmaram pesquisadores. Em um novo estudo publicado na revista JAMA Neurology, uma equipe de cientistas avaliou como a atividade física afeta a neurodegeneração em adultos mais velhos. Saiba mais: CIENTISTAS CRIAM JOGO QUE AJUDA A DIAGNOSTICAR ALZHEIMER E OUTRAS…

150 minutos de exercícios são suficientes para retardar Alzheimer

Pesquisa alemã mostra que adultos que cumprem a meta semanal de prática de atividades físicas recomendada pela OMS apresentam menos sinais precoces de surgimento da doença neurodegenerativa. Voluntários tinham, em média, 38 anos. Saiba mais: COMO EXPLICAR PROCEDIMENTOS PARA PACIENTES COM ALZHEIMER? Saiba mais: O QUE É DISFAGIA? ENTENDA A DIFICULDADE PARA ENGOLIR E A RELAÇÃO COM…